top of page

Perseverança: 5 dicas para cultivá-la



A perseverança é uma qualidade que precisa ser cultivada. Às vezes temos desafios que parecem grandes demais e experiências dolorosas que deixam suas marcas. Embora tudo pareça desaparecer nesses momentos, experiências como essas fazem parte da vida de todos.


Entretanto, nem sempre é fácil juntar forças dentro de nós para enfrentá-las, certo?


Os problemas têm características que retêm as pessoas, seja em uma situação (morte, doença ou demissão súbita) ou em um trauma (abuso infantil, abandono dos pais ou bullying). Diante de tempos ruins ou feridas não curadas, você tem que ir além.


A princípio, qualquer atitude adicional parece impossível. Cansaço, exaustão mental e estresse podem impedir que você veja possíveis soluções para os problemas. Mas, confie, eles vão desaparecer mais cedo ou mais tarde quando você persistir!


Quando a vontade de desistir aparece


A vontade de desistir pode surgir mais rapidamente para uns do que para os outros.


Algumas pessoas aprendem esse comportamento com os pais ou o desenvolvem ao longo da infância e/ou adolescência. Por exemplo, pais que permitem que seus filhos desistam de tudo sem questionar incentiva esse comportamento, mesmo que não percebam.


Outra razão para a desistência frequente é a incapacidade de lidar com as emoções que despertam da falta de experiência ou conhecimento.


Quando essas pessoas se sentem envergonhadas, zangadas ou frustradas, rapidamente abandonam seus objetivos e procuram outros para preencher seu tempo. O problema é que ambos os elementos são aprendidos através da persistência.


Em alguns casos, a situação é muito assustadora. O estresse causa tanto cansaço (mental e físico) que a vontade de desistir de tudo vem sem convite! Por que avançar nessas condições? Não existe uma maneira mais fácil?


Às vezes não.


Precisamos passar por experiências ruins para aprender lições valiosas para nosso crescimento pessoal de tempos em tempos. No momento, essas situações podem parecer um grande esforço, porém, mais tarde, você poderá olhar para trás e identificar exatamente quais fatores o ajudaram a se tornar quem você é hoje.


Desistir não faz isso. Na verdade, cria arrependimento quando olhamos para trás e percebemos que desistimos cedo demais, ou que tivemos a capacidade de perseverar e não gostamos da experiência.


O hábito de desistir também pode levar à depressão. As pessoas que desistem facilmente não conseguem entender por que desistiram, então acham que têm um problema. Elas podem se considerar mais fracas ou menos capazes do que os outros e quase nunca se sentem realizadas.


Como ter mais perseverança?


Algumas pessoas são naturalmente mais persistentes, enquanto outras precisam de um empurrãozinho para continuar. É possível que as lições aprendidas no primeiro grupo ao longo da vida tenham contribuído para o desenvolvimento da perseverança. Você também pode cultivar essa qualidade a qualquer momento!


Abaixo, você encontrará algumas dicas certeiras para fazer justamente isso. Confira!


1. Seja sincero consigo mesmo


Como você pode ver, pessoas persistentes admitem e reconhecem seus erros. Em outras palavras, eles são honestos consigo mesmos e não veem necessidade de usar desculpas para esconder seus sentimentos ou realidade.


Você também pode praticar ser honesto consigo mesmo perguntando-se frequentemente como se sente. Assim ,estará sempre com você.


2. Mantenha-se motivado


As motivações não surgem do nada, como comumente se acredita. Não é um traço de personalidade humana ou habilidade natural.


Somos nós que precisamos buscar constantemente a motivação sem abrir mão de nossos esforços. Sempre que você se sentir desanimado, é sua responsabilidade se animar. Não se preocupe, porque é super não é uma tarefa difícil. Você pode:

  • Assistir um vídeo motivacional, como uma palestra online ou os vídeos do TED, empresa americana voltada para o compartilhamento de ideias e inspirações;

  • Reforçar o seu conhecimento ou uma habilidade necessária para alcançar o seu objetivo. Sentir-se no controle da situação vai aumentar a sua autoconfiança;

  • Repetir afirmações positivas;

  • Ler um livro motivacional ou a biografia de uma personalidade de sucesso;

  • Celebrar as suas vitórias;

  • Imaginar-se realizando o objetivo e como sua vida será após ter conquistado-o;

  • Participar de workshops, eventos locais e encontros de empreendedores. Pessoas empreendedoras estão sempre em busca de novidades e, por isso, costumam ser mais animadas que os demais. Aproveite a boa energia deles;

  • Conversar com um mentor ou uma pessoa que admira;

  • Repetir para si mesmo porque conquistar os seus objetivos é importante para você. Como eles fazem você se sentir agora? Como farão no futuro? Revisitar as suas razões é importante para manter o seu objetivo próximo de você mesmo na correria do dia a dia.

3. Estabeleça metas realistas


Embora seja possível usar muita força de vontade para atingir os objetivos mais loucos (temos muitos exemplos disso em todo o mundo!), se seus objetivos não corresponderem à sua realidade, você terá dificuldade em alcançá-los.


As metas são projetadas para ajudá-lo a navegar pelas etapas necessárias para atingir seus objetivos. Já quando não possuem muitas informações importantes, você pode ter dificuldades para escolher qual caminho seguir e acabar não as cumprindo.


Ao definir metas, sempre considere seu estilo de vida e os recursos disponíveis no momento. Dessa forma, você poderá crescer lentamente até o topo, onde estão seus objetivos.


4. Cuide do seu emocional


Cuidar de suas emoções significa buscar inspiração para fazer melhor, fazer pausas quando sentir que não pode continuar, se divertir com seus entes queridos e motivar-se todos os dias sem colocar muita ênfase nas tentativas fracassadas. Basicamente, faça o que puder para manter um estado de espírito calmo e satisfeito, apesar das dificuldades.


5. Tente de novo, de novo e de novo


Tente novamente. Tente quantas vezes forem necessárias. Sim, é frustrante fazer a mesma coisa milhares de vezes, mas o processo é fundamental para chegar ao resultado final. Não importa quantas vezes você vai voltar a ‘’estaca zero’’, tente novamente até conseguir!


A Lapidando Mentes pode ajudá-lo nesse processo. Descubra o que a terapia virtual pode fazer por você!


3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page