top of page

Feedback: entenda a importância dessa ferramenta

O feedback é uma forma de transmissão de uma resposta de uma pessoa para a outra sobre determinado comportamento, seja ela positiva ou negativa, com o objetivo de analisar seu desempenho.


Dar um bom feedback ajuda a conquistar uma posição de confiança em um relacionamento, seja ele qual for. Embora o termo seja mais comum em um ambiente de negócios, o feedback também é essencial para o social, intimidade ou qualquer outra forma de conexão.


Para a psicologia, por exemplo, o feedback é fundamental em qualquer conversa com profissionais da área durante a terapia. Se não houver feedback a cada nova sessão, os resultados do tratamento irão diminuir gradativamente, pois o psiquiatra não saberá o estágio do paciente, o paciente não saberá o que esperar dele e não saberá como melhorar.


O feedback neste contexto também é descrito como retroação ou devolutiva, que é um aspecto da comunicação interpessoal que pode servir para minimizar conflitos entre indivíduos.


O que significa feedback?


Apesar da falta de tradução literal do inglês para o português, feedback pode ser entendido como retroalimentação. Transmitir feedback é informar a outra pessoa sobre aspectos de sua atitude, ou seja, dar respostas às ações tomadas.


Dentro de uma empresa, o feedback é normalmente inserido nos planos de RH mensalmente ou trimestralmente. Essa prática contribui para a melhoria da qualidade dos serviços prestados e da cultura organizacional. Por meio dele, os profissionais podem ser informados sobre quais atitudes são positivas ou negativas em relação à empresa. Mais importante ainda, apontar direções para melhoria.


Feedback positivo é muito importante


Tão importante quanto entender a necessidade de expressar visões de atitudes negativas é usar o feedback positivo como forma de impulsionar ações positivas. O feedback de qualquer ação traz informações, o que ajuda quando é repetido.


Quando alguém realiza uma ação que tem um impacto positivo, o feedback vira reconhecimento. Uma das principais razões pelas quais as empresas não têm motivação e demitem funcionários é a falta desse reconhecimento. É frustrante usar toda a sua energia para ir além do que se propõe e fazer bem feito e nunca ouvir de ninguém o efeito de suas ações.


Essa necessidade de status ou respeito humano é descrita na pirâmide de Maslow como um dos elementos essenciais da sobrevivência.


A Pirâmide de Maslow é um conceito desenvolvido pelo psicólogo americano Abraham H. Maslow, que determina o que é necessário para que cada pessoa alcance a satisfação pessoal e profissional.


De acordo com Maslow, o homem vive para satisfazer suas próprias necessidades e realizar seu sonho de autorrealização completa. O esquema descrito na Pirâmide de Maslow aborda precisamente a hierarquia dessas necessidades ao longo da vida humana.


A pirâmide de Maslow é dividida em cinco níveis, e cada nível consiste em um conjunto de necessidades.




A falta de feedback positivo acaba reduzindo o incentivo para que as pessoas continuem se comportando de uma determinada maneira ou testem novas práticas baseadas nela. Isso limita a criatividade, a iniciativa e a abertura a novas atitudes que beneficiem o relacionamento.


Como oferecer bons feedbacks?


Por isso, é preciso saber dar feedback de forma entusiástica e discreta. O objetivo é construir, ajudar e apoiar os outros e relacionamentos. Uma reação adversa a uma ação pode ferir e destruir relacionamentos.


O feedback precisa ser objetivo, claro e entregue no momento certo. Isso é fundamental para uma ação corretiva imediata após um incidente, permitindo que declarações ou justificativas sejam feitas diante de uma situação específica. A maneira mais conhecida e viável de comunicar essa resposta é o feedback sanduíche.


Feedback sanduíche


A primeira característica do feedback sanduíche é considerar seu contexto: onde aconteceu, por que aconteceu e o que fez com que acontecesse. Ao comunicar uma resposta, nunca forneça simplesmente a declaração de feedback original sem esses aspectos em mente. Antes de dar feedback, revise as ações e decisões que levaram a esse momento e inclua-as em seu discurso.


Depois disso, os sanduíches começam a se formar, entregando feedback negativo de forma leve e eficiente. O primeiro nível é mostrar à pessoa algumas das coisas positivas que ela fez recentemente.


Essa tática pode funcionar como um quebra-gelo para não deixar as pessoas preocupadas com opiniões negativas no início da conversa. Assim, cria uma abertura para que a informação seja absorvida.


Um exemplo disso é conversar com um funcionário que está atrasado para o trabalho, por exemplo, sobre um projeto de alta qualidade que ele entregou há algumas semanas e como é importante o tempo dedicado a ele.


Quebre o gelo


Depois de quebrar o gelo, fale sobre a situação negativa. Ao falar sobre um problema, relate o que a outra pessoa está fazendo da forma mais objetiva possível. Dê exemplos específicos e atuais. Por exemplo: "Quando você faz X, eu sinto Y por causa de Z. Eu quero que você considere fazer A porque é melhor para todos.

Não faça julgamentos ou use rótulos ou adjetivos que machuque os outros. Use suas palavras de forma clara e objetiva. Basta falar sobre o inconveniente e, em seguida, sugerir uma solução para o problema.


Essa é a camada final do sanduíche: aumentar a possibilidade de resolver problemas, mudar comportamentos. Sem essa etapa, o feedback se torna uma avaliação ruim. Não é mais construtivo e levará a melhores resultados no futuro.


Como reagir a feedbacks?


Saber receber feedback é tão importante quanto entregá-lo. Qual é a sua primeira reação quando alguém critica seu comportamento? O mais comum é ficar na defensiva, procurando motivos antes mesmo de ouvir o que a pessoa tem a dizer.


Para responder bem ao feedback, é preciso ouvir com calma e atenção, respirar devagar e não deixar que a situação se torne estressante. A respiração profunda e completa força nossos corpos a relaxar e nossas mentes a ficarem mais alertas.


Não interrompa ou desencoraje a pessoa que lhe dá feedback. Faça perguntas para esclarecer melhor o que está sendo discutido e peça exemplos específicos se achar necessário. Mais importante, reconheça o feedback e tente analisar seu ponto de vista.


Depois de um momento de reflexão, teste novas soluções e entenda se a questão foi solucionada. Ouvir opiniões construtivas sobre suas ações é uma das melhores formas de crescer.



10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

留言


Post: Blog2_Post
bottom of page