top of page
  • LM

5 dicas essenciais para promover felicidade no trabalho



Atualmente, a felicidade no ambiente de trabalho é um dos principais fatores para os profissionais continuarem ou desistirem de seus empregos. De acordo com uma pesquisa realizada pela Robert Half em março de 2023, a falta de prazer e felicidade são os principais motivos para as pessoas pedirem demissão e buscarem outras oportunidades profissionais.


Se uma empresa deseja prosperar e se conectar de fato com a sociedade - isto é, com seus consumidores, fornecedores e público-alvo - precisa investir na felicidade de seus colaboradores. Quem explica isso é a própria Organização Mundial da Saúde (OMS), que aponta que o Brasil é o país mais ansioso do mundo, o segundo mais estressado e com casos de burnout e o quinto mais depressivo do mundo.


A falta de felicidade tem impacto direto na produtividade da organização, nas vendas e nas relações profissionais. Por conta disso, temas como burnout têm ganhado cada vez mais espaço no departamento de recursos humanos.


Continue a leitura e confira:


  • O que significa ser feliz no trabalho?

  • Quais são as vantagens de ter profissionais felizes?

  • Como promover felicidade no trabalho?


O que significa ser feliz no trabalho?


Falar sobre felicidade não é fácil, e definir esse conceito no ambiente de trabalho é mais desafiador ainda. Afinal, cada profissional valoriza aspectos diferentes, reforçando que o conceito de ‘’felicidade’’ é baseado nas experiências e motivações de cada ser humano de forma individual.


No entanto, pesquisadores têm elaborado conceitos diferentes - que, juntos, fazem sentido - para contribuir com a melhoria do ambiente de trabalho. A diretora de ciência do Greater Good Science Center da Berkeley, Emiliana Simon-Thomas, define da seguinte forma:


“Sentimento geral de prazer no trabalho; ser capaz de lidar normalmente com contratempos; conectar-se amigavelmente com colegas e clientes; e saber que seu trabalho é importante para você, sua organização e além”.


Segundo Emiliana, a felicidade no trabalho está diretamente relacionada a aspectos tangíveis e intangíveis, como bons salários, plano de carreira, senso de propósito e sensação de pertencimento.


Precisamos ressaltar que, antigamente, a busca por felicidade no ambiente de trabalho era uma responsabilidade individual de cada profissional. Com a mudança de comportamento da sociedade, as empresas começaram a perceber que também tinham responsabilidade direta sobre a satisfação de seus funcionários.


Quais são as vantagens de ter profissionais felizes?


Embora muita gente ache que a empresa tem obrigação de pensar na felicidade dos funcionários, nem sempre foi assim.


Durante décadas acreditava-se que os funcionários eram mais produtivos com grandes cargas de trabalho e atuando sob pressão. Claro, não podemos deixar de dizer que isso infelizmente ainda não acontece.


Contrariando a realidade de muitas organizações, há diversos estudos que comprovam que uma cultura organizacional positiva e que pensa no bem-estar do colaborador traz resultados significativos para a organização. Confira a seguir alguns tópicos que trazem esses dados:


Aumento da produtividade


Colaboradores desengajados apresentam 37% mais ausências ao trabalho e 60% mais erros nas atividades, de acordo com uma pesquisa da Havard Business Review.


Já imaginou o resultado disso? Simples: produtividade 18% menor e lucratividade 16% menor.


Melhor relacionamento interpessoal


Uma vez que o profissional passa a enxergar felicidade em suas atribuições e no ambiente de trabalho, ele fica mais propenso a desenvolver relações interpessoais, o que impacta diretamente na produtividade.


Além disso, a capacidade de se relacionar melhora o relacionamento com clientes e fornecedores, bem como o trabalho em equipe.


Diminuição do turnover


Levando em consideração ainda a pesquisa de negócios de Harvard, o estresse no ambiente de trabalho leva a um aumento de quase 50% nos pedidos de demissão voluntária.


Sabe-se que os custos voltados à contratação de novos funcionários (tempo da equipe, recrutamento, capacitação e custos trabalhistas) são altos.


Vale ressaltar que o Instituto Center for American Progress aponta que a substituição de um funcionário custa aproximadamente 20% do seu salário.


Inovação e vendas


A criatividade e a felicidade estão diretamente ligadas, visto que os altos níveis de estresse podem contribuir para o mau funcionamento do cérebro.


Funciona mais ou menos assim: os mecanismos de defesa do cérebro ficam sempre alertas, focados apenas nas funções básicas de sobrevivência, sendo incapazes de desenvolver respostas criativas.


Inclusive, uma pesquisa realizada pela Universidade da Califórnia mostrou que funcionários felizes são, em média, 31% mais produtivos, três vezes mais criativos e vendem 37% a mais em comparação com outros.


Como promover felicidade no trabalho?


A consultoria Robert Half realizou um estudo que visava entender como os profissionais se sentem em relação ao trabalho. Além disso, os colaboradores entrevistados relataram que

existem 5 fatores para que eles se sintam felizes em suas profissões:


  • Gostar muito da profissão (69%)

  • Bom equilíbrio entre vida pessoal e profissional (62%)

  • Ser tratado com igualdade e respeito (58%)

  • Sentir orgulho da organização (53%)

  • Sentir-se realizado com o trabalho (51%)


Diante dos resultados observados, desenvolvemos 5 ações que podem te ajudar a promover felicidade no ambiente de trabalho. Veja:


1. Ofereça treinamento aos líderes


Um dos pontos levantados pela pesquisa da Robert Half, citada ao decorrer deste artigo, retrata a importância do papel dos líderes na construção de um bom ambiente de trabalho. Dos entrevistados, 94% afirmaram que a satisfação no trabalho é influenciada pela atuação dos líderes.


Portanto, é fundamental que a empresa desenvolva um programa de capacitação de líderes, incluindo temas como inteligência emocional, habilidades sociais e aspectos técnicos. Isso fará com que os profissionais em cargo de liderança ofereçam segurança psicológica, diversidade e inclusão.


2. Incentive o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional


Dentre todos os papéis de um líder, observar o comportamento dos colaboradores também é fundamental. Quando um aspecto na vida pessoal não vai bem, todo o resto caminha mal.


Por isso, é importante que o líder esteja atento a sua equipe para evitar a ocorrência de transtornos mentais, como o burnout, ansiedade ou depressão. Cultivar o equilíbrio dentro e fora do trabalho trará mais produtividade e bem-estar a todos os envolvidos.


3. Valorize os colaboradores


O reconhecimento exerce um papel essencial no que tange a felicidade no ambiente de trabalho. Reconhecer os esforços individuais de cada um pode contribuir para a motivação e engajamento da equipe.


Não olhe só para os erros e melhorias. Elogiar, dar promoções, bonificações e aumento de salário cria um bom clima organizacional e faz com que todos progridam de maneira constante.


4. Crie um bom plano de carreira


Atualmente, as pessoas estão cada vez mais preocupadas com suas carreiras. Com profissionais cada vez mais qualificados, eles não pensam duas vezes antes de procurar outro emprego quando estão insatisfeitos.


Por isso, se você quer diminuir o índice de turnover e promover satisfação entre os colaboradores, deve pensar em planos de crescimento atrativos. Segundo uma pesquisa da Exame Academy, essa é uma das maiores prioridades dos funcionários.


5. Estruture um programa de saúde mental


Chegamos ao principal ponto deste artigo: a saúde mental. Ambientes tóxicos, em que os funcionários trabalham sob pressão e se sentem desvalorizados, dificilmente terão colaboradores produtivos e felizes. Inclusive, vale ressaltar que os transtornos mentais estão entre os principais motivos de afastamento do trabalho e queda de produtivdade.


As organizações que buscam crescer e evitar o esgotamento de seus colaboradores, precisam estruturar um bom programa de saúde mental.


A Lapidando Mentes busca unir pessoas e negócios para compartilhar, aprender e ensinar, além de impulsionar o crescimento e o desenvolvimento de marcas e pessoas.


Conte conosco para estruturar um bom programa de saúde mental para o sucesso organizacional da sua empresa.


Consulte um de nossos profissionais para traçar as ações mais assertivas para o bem-estar de seus colaboradores!

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


Post: Blog2_Post
bottom of page