top of page
  • LM

Quais são os benefícios emocionais de um animal de estimação?



Algumas pessoas ainda não acreditam, mas os animais de estimação têm um impacto enorme na vida das pessoas (e na autoestima!). Existem algumas pesquisas com animais, bem como uma forma de terapia, onde os animais trazem conforto e carinho aos pacientes.


A verdade é que conviver com animais domesticados traz alegria e felicidade, e a convivência é sempre agradável e confortável.


Os animais de estimação são capazes de transmitir uma sensação de bem-estar sendo afetuosos e cuidando de quem está ao seu redor de forma pura e genuína. Nosso cérebro é capaz de reconhecer gestos sinceros, por isso os benefícios dessa convivência são sempre muito positivos.


Afinal, é aconselhável ter um animal de estimação?


Para quem gosta, sim. Não há efeitos nocivos, por isso é capaz de trazer conforto diário e como forma de companhia aos pacientes em situações mais complexas.


Os psicólogos notam que pacientes com animais de estimação, sempre depositam uma boa parte de suas melhorias em seus companheiros peludos por vários motivos. Com o seu animal de estimação você pode:

  • Passear no parque;

  • Tirar o cochilo da tarde;

  • Esquentar os pés no frio;

  • Ensinar/adestrar (cães – mais do que gatos – aprendem muito rápido!);

Por isso, a psicologia apoia a convivência com animais de estimação, o que é benéfico tanto para o animal quanto para o dono, afinal a felicidade é mútua.


Certamente são muitos os benefícios que podem dar um salto na qualidade de vida de uma pessoa, inclusive de seus animais de estimação e claro de seus melhores amigos.


Apesar da pesquisa e dos resultados publicados, muitas pessoas ainda desconhecem os benefícios dos animais de estimação para a saúde mental. Leia o texto e veja os principais benefícios dos pets.


Cura a solidão


Animais de estimação eventualmente afugentam a solidão, o que é ótimo para pessoas muito solitárias. Animais de estimação podem ser uma ótima forma de companhia e, assim, proporcionar uma sensação de segurança e carinho. Também é uma ótima maneira de aliviar a dor do isolamento social para pessoas com depressão grave e outras condições médicas.


Restaura o amor-próprio


Ter um animal de estimação também estimula o sistema límbico do cérebro, que está associado às emoções. Assim como os animais fortalecem laços de afeto incondicional, essa relação gera mais autoestima, permite que as pessoas se tratem de maneira diferente e comecem a gostar de si mesmas.


Lembre-se de que os animais não julgam nossas ações, portanto, essa autoestima costuma ser eficaz na terapia individual.


Diminui o estresse e a depressão


O próprio nome diz: um animal de estimação é um tipo de existência que é valorizada pelas pessoas em um relacionamento familiar e relacionamento. Isso por si só cria automaticamente uma correlação direta com a depressão ou estado de ansiedade e estresse.


Os sintomas de ambos estão associados ao isolamento, falta de iniciativa e perda de amor-próprio e amor pelos outros. Acontece que passar tempo com seu animal de estimação todos os dias é igual a uma boa medicação.


Motivação e vida social


O estímulo de levá-los para passear ou jogar jogos casuais torna a vida social mais agradável do que o isolamento. Esta é uma das grandes vantagens de ter um animal de estimação.

Reaquecer a vida social é uma parte importante da saúde mental. Novas amizades e conexões sociais em geral costumam ser muito gratificantes. A pessoa se torna mais sociável do que antes.


Cria responsabilidade


Ter um animal de estimação cria um senso de responsabilidade para ele, pois é necessário alimentá-lo, amamentá-lo, higienizá-lo, levá-lo para se exercitar diariamente. Isso é excelente e saudável para pessoas que sofrem de depressão.

De certa forma, ele se torna dependente do dono, o que cria um compromisso de ser um ideal. As pessoas que têm problemas com tarefas e disciplina se beneficiam muito porque esses fardos fazem a pessoa pesar a culpa e as relações de carinho com os outros.


Traz felicidade


Relações de afeto, carinho e sensibilidade aumentam os níveis de oxitocina, que por sua vez estimulam a produção de serotonina e dopamina, cientificamente falando.


O que isso significa? O cérebro produz substâncias como a serotonina, que têm sido associadas a sentimentos reduzidos de solidão e depressão. Sem dopamina, a pessoa tenderia a trabalhar de forma cada vez mais irresponsável.


Lembre-se de que a solidão social pode levar a transtornos mentais nas pessoas, e esse grupo de substâncias químicas cerebrais, quando estimulado, é importante para a construção de uma sensação de bem-estar.


Nesse caso, abraçar um pequeno animal aumenta os níveis de oxitocina. Tudo isso pode ajudar a evitar a depressão e a ansiedade. Seja o animal que for, todos esses benefícios de relação ser humano/animal, devem ser levados em conta.


Por fim, é importante citar que adotar um animal de estimação não substitui o acompanhamento psicológico. Problemas como autoestima, fobia social, depressão e outros precisam ser tratados com especialistas.


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Bình luận


Post: Blog2_Post
bottom of page